NEWS
PERFIL KNN | ALFREDO RIBEIRO
19/02/2020

“Na 1ª matrícula já percebi que era um bom negócio”

Ao transformar sua escola própria em uma KNN, professor de inglês viu seu faturamento mais que triplicar

O ramo de idiomas chegou por acaso na vida de Alfredo Ribeiro, 47 anos, residente de Paraisópolis (MG). 

Hoje, o franqueado da KNN é gerente de duas escolas: uma na cidade que mora e outra em Santa Rita do Sapucaí, também no estado de Minas Gerais, em que se tornou sócio do seu irmão, Marcelo.

O ano era 1988. “Meu irmão estava com planos de se mudar para fora do Brasil e eu queria ir com ele. Comecei a estudar inglês e me tornei fluente na língua. Na noite anterior de tirar o passaporte, desisti da ideia e continuei no Brasil”, conta o empreendedor.

A partir disso, Alfredo viu na facilidade em aprender um segundo idioma uma oportunidade profissional: “comecei a dar aulas em uma escola aqui da cidade. Mas a vontade mesmo era sair do CLT e abrir meu próprio negócio”. Em 2015, o que era apenas um projeto, virou realidade. Alfredo inaugurou sua própria escolas, a qual batizou de “YEP School”.

“Mesmo não medindo esforços para atrair cada vez mais alunos, minha média de estudantes não saia do lugar”. Quando Alfredo recebeu uma ligação da KNN, topou conhecer algumas escolas KNN em Santa Catarina. “Falaram: ‘porque você transforma sua escola em uma KNN?’ Mas ainda pensava que time que está ganhando não se mexia”.

Com passagem comprada para Balneário Camboriú – SC, Alfredo conheceu o know-how KNN de perto. A experiência não poderia ter sido mais surpreendente.

“Algumas dúvidas me surgiram quando conheci o material. Pensei ‘puxa, como eles conseguem acelerar tanto o conteúdo? ’. Quando sentei na cadeira de uma sala da KNN e assisti a uma aula junto ao meu filho, que também era fluente em inglês, tudo fez sentido. ”

Em 20 de janeiro de 2017, a KNN de Paraisópolis foi inaugurada.

“Em nossa festa de abertura, a pipoqueira que estava trabalhando no evento já matriculou o seu filho na escola. Algo me dizia que tinha feito um bom negócio”.

E fez.

De 100 alunos matriculados na escola, Alfredo viu o número subir para 400. O faturamento triplicou.

Atualmente o franqueado também é sócio junto ao seu irmão Marcelo de uma segunda unidade, localizada a 45 min de Paraisópolis. “Mesmo sendo minha segunda KNN, participei de todos os treinamentos novamente. A KNN é a melhor em todos os sentidos, desde a atendente da recepção até a didática das aulas. A excelência de todas as áreas da marca reflete diretamente nos resultados e isso empolga muito a gente que é franqueado”, avalia o ex-professor, agora empresário do segmento de educação.

Para mais informações sobre como se tornar KNN Idiomas, acesse nosso site.

 

Redação: LUCAS MACHADO COELHO 

Foto: arquivo pessoal / LUIZ FELLIPE GODOI 

CLIQUE PARA COMENTAR
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
RECENT NEWS