KNN BLOG
Liga dos Superpoderes inúteis

Liga dos Superpoderes inúteis

Culture | 30/08/2019

Heróis que não salvarão ninguém

Heróis são ligados aos seus poderes e habilidades. Hoje vemos no cinema cenas impressionantes de super humanos à prova de balas, que lançam raios de energia, força descomunal ou agilidade superior, mas e quando nem isso pode ser levado em consideração?

Já ouve uma época em que os produtores e quadrinistas tinham que criar personagens, quase como em uma maratona. Era muita concorrência então a qualidade de alguns personagens caíram, fazendo com que seus poderes beirassem o ridículo.

Um herói que consegue mudar a cor de qualquer coisa, por exemplo, que utilidade teria? O Color Kid veio de outro planeta e ganhou seus poderes depois de ser atingido por um raio de outra dimensão. Não explica muita coisa mas, foi o que aconteceu.

Uma pessoa que consegue transformar som, em luz. Apesar de hoje seus poderes terem sido atualizados, a mutante Cristal após descobrir seus poderes, investiu na carreira da música que fazia muito mais sentido do que no combate contra vilões.

Por mais absurdo que possa parecer, também temos um herói que pode arrancar um dos seus braços e usalo como porrete. O Arm Fall Off Boy (sem tradução para o português) foi criado em 1989 e apareceu muito pouco em outras histórias mas seu poder é lembrado com um dos mais estúpidos. Não seria melhor apenas segurar uma arma do que arrancar o próprio braço? 

Talvez seja a mais conhecida da lista, Jubileu é uma mutante que gera energia em forma de fogos de artifício. Outra personagem que teve seus poderes ampliados em histórias recentes, entretanto, seu legado como alguém que animaria o réveillon, será eterno.

Por último, o Digestor e sua habilidade de comer qualquer coisa. Sim, é qualquer coisa mesmo como pedras, barras de ferro, sapatos, microondas, paredes...Não chega a ser tão inútil se pensar que ele pode abrir passagem comendo paredes ou portas mas, em um universo cheio de gente que derrubaria concreto com um soco, esperar alguém terminar de almoçar não é lá muito inteligente.

A lista é grande, mas vale o exercício de criatividade em imagina-los combatendo inimigos usando essas habilidades. E na melhor das hipóteses, talvez um filme de comédia com todos eles unidos. 

 

 

 

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter