KNN BLOG
7 fatores para avaliar em uma aula experimental de inglês

7 fatores para avaliar em uma aula experimental de inglês

Tips | 16/12/2019

Fazer uma aula experimental de inglês é muito importante para as pessoas que pretendem aprender novos idiomas, afinal, é fundamental realizar algumas pesquisas antes de tomar a decisão final para não se arrepender depois.

É justamente durante a aula experimental de inglês que é possível conhecer detalhes importantes sobre a escola e avaliar alguns critérios, além de ser nesse momento que começa a se estabelecer um laço de confiança entre o estudante e a instituição.

Se você deseja saber ao que prestar atenção em uma aula experimental de inglês para não cometer nenhum erro, acompanhe o post, que apresentaremos várias dicas. Continue a leitura e confira!

Em quais pontos é preciso prestar atenção em uma aula experimental de inglês?

A aula experimental de inglês é o primeiro contato do estudante com a instituição de idiomas, por isso, é fundamental ficar atento a alguns pontos. Veja, a seguir, quais são eles!

1. Entenda qual é a metodologia aplicada na prática

A metodologia é fundamental e, sem dúvidas, deve ser avaliada em uma aula experimental do curso de inglês, afinal, se o aluno não se identificar com a didática da escola e dos professores o seu aprendizado pode ser prejudicado.

A aula é justamente o momento ideal para testar e aprovar este item, já que essa é a melhor hora de vivenciar tudo o que a escola tem a oferecer.

O aluno deve avaliar, ainda, se o estabelecimento trabalha as 4 habilidades de comunicação (escrita, leitura, escuta e conversação), analisar a dinâmica da aula, entre outros itens que envolvem a metodologia da escola.

2. Procure conhecer a vivência dos professores na língua ensinada

É claro que aulas divertidas e lúdicas são muito importantes e ajudam no aprendizado, mas não é só esse fator que deve ser avaliado em uma aula experimental, afinal, também é importante que os professores tenham experiências culturais na língua que ensinam.

Os professores que têm uma real vivência na língua que lecionam proporcionam aos seus alunos uma verdadeira imersão no idioma e, muitas vezes, conseguem ensinar pontos que vão além das questões gramaticais.

3. Verifique a infraestrutura da escola

O ambiente e a infraestrutura que a escola de idiomas oferece também deve ser um fator decisivo e que precisa ser avaliado em uma aula experimental, afinal, um local seguro e estimulante também é capaz de ajudar no aprendizado.

Tanto as áreas comuns quanto às salas de aula devem ser avaliadas, sendo importante observar pontos como o tamanho delas e verificar se a capacidade de cada ambiente está de acordo com a quantidade de alunos da escola.

Além disso, durante a aula experimental é possível perceber se a escola proporciona um espaço limpo e saudável para os estudantes e se ela se preocupa com a conservação dos ambientes.

4. Confira os horários das aulas

Muitas pessoas não conseguem continuar nas aulas de inglês por uma única razão: incompatibilidade de horários. Por isso, o ideal é buscar por uma escola que tenha diversas opções de horários e, se for possível, que funcione durante o dia inteiro — especialmente nas horas em que você tem disponibilidade.

A KNN idiomas, por exemplo, pensando na disponibilidade de tempo de seus alunos fornece o transporte gratuito até a instituição para crianças de até 14 anos, o que facilita a locomoção de seus estudantes para a escola em horários que, muitas vezes, não seria possível a criança ir por conta própria.

5. Analise o material didático que é utilizado

A aula experimental de inglês é, sem dúvidas, o melhor momento para analisar se o material didático utilizado pela escola é de qualidade e se ele está dentro das suas expectativas, uma vez que a maior parte das vezes o primeiro contato com ele acontece neste dia.

Durante a aula é essencial olhar, por exemplo, se o material didático é desenvolvido por editoras renomadas que são referências no ensino da língua inglesa e, inclusive, se a edição utilizada pela escola está atualizada — o que é muito importante, já que o mundo, hoje em dia, evolui em um ritmo muito acelerado.

6. Veja o comprometimento com o resultado da instituição

Uma boa escola deve se importar com o desempenho e com o aprendizado de seus alunos, por isso, o ideal é procurar descobrir durante a aula experimental se estabelecimento de ensino de inglês se preocupa, investe e se orgulha de seus estudantes.

Em geral, uma boa escola de inglês incentiva os estudos de seus alunos, promove eventos, realiza aulas de apoio, faz simulados, oferece dicas para os estudantes aprenderem o idioma de maneira descontraída, como por meio de séries e jogos, entre outros métodos.

O que é importante saber é que se a escola de idiomas encontra formas de estimular o aprendizado de seus estudantes, é provável que valha a pena estudar no local.

7. Procure informações sobre o atendimento

Depois de analisar itens como metodologia, material didático e estrutura física, também é importante ficar de olho no atendimento oferecido pela escola e por todos os funcionários, afinal, é preciso conhecer o tipo de atenção que você receberá e saber se pode encontrar amparo na instituição em caso de dificuldades.

Ninguém gosta de não ser bem atendido e, se essa situação já acontecer no início do relacionamento com a escola, não há nenhuma garantia de que não se repetirá se você precisar de atendimento em outro momento.

Dessa maneira, a melhor opção é escolher uma escola de idiomas que dê atenção e suporte aos seus alunos, sendo esse um bom critério de desempate para optar por determinada instituição.

Agora que você já sabe quais fatores ficar atento e o que avaliar em uma aula experimental de inglês, saiba que, além dos pontos que apresentamos, é bom analisar os diferenciais de cada escola de idiomas.

A KNN idiomas, por exemplo, não se limita a apresentar a instituição por meio de uma aula experimental e realiza, também, uma visita que funciona como um tour para que os estudantes conheçam a escola de maneira ainda mais profunda.

Se você quer estudar inglês e pretende fazer uma aula experimental, nós fornecemos o suporte necessário. Entre em contato e veja como nós podemos ajudá-lo!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter