CURSOS
A KNN Idiomas possui cursos para todas as idades a partir dos 4 anos. Além disso, temos módulos direcionados a quem já possui conhecimentos no inglês e busca maior domínio. E aí? Qual curso KNN é perfeito pra você?
NEWS
Quem não ama acampar, não é mesmo? Respirar ar puro, brincar em meio à natureza, descansar na beira de um lago, além de comer aquele delicioso marshmallow ao redor de uma fogueira. Essas atividades foram apenas algumas vividas pelos alunos da KNN Idiomas Campo Largo, região metropolitana de Curitiba. Foram dois dias de festa, interação e contato com o meio ambiente. O Camp Day aconteceu nos dias 23 e 24 de novembro, num acampamento localizado na zona rural da cidade. Estavam presentes cerca de 90 pessoas entre alunos, amigos e equipe da escola. Durante o primeiro dia, uma gincana com dezenas de brincadeiras transformou os participantes em grandes competidores. Além disso, à noite a janta ficou por conta das próprias crianças, que tiveram a oportunidade de preparar pizzas deliciosas. Segundo a franqueada da KNN Campo Largo, Raquel Gabardo, “o principal objetivo desse evento foi promover um maior contato dessa geração com a natureza e com às atividades em inglês ao ar livre, como uma forma de reforçar o que é aprendido em aula”. Raquel comenta ainda que esteve presente uma família de norte-americanos, na qual os alunos puderam botar em prática seu vocabulário em momentos de conversação. “A resposta que tivemos com esse evento foi imediata, estiveram empolgados o tempo todo e não veem a hora do próximo destino”, conclui a franqueada. No sábado uma nova gincana foi realizada, dividida em equipes, além de futebol de sabão, corrida de saco, circuitos e um toboágua direto para a piscina para aliviar o calor. Na hora do almoço, todo o pessoal se juntou para provar de um delicioso pique-nique ao melhor estilo americano, com direito a sloppy joes, grilled hot dogs, fresh veggies and dip, pickles, potato chips, jello, hot fudge cake e kool-aid. Confira algumas fotos do que rolou na Camp Day:                                                                                                                       
O setor de franchising segue demonstrando sua força. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o mercado de franquias faturou R$ 44,4 bilhões no 3º trimestre deste ano, contra R$ 41,8 bilhões registrados no mesmo período de 2017. O segmento de serviços educacionais também registra resultados positivos: houve um crescimento de 3,8% dentro do mesmo período. Em nota para o Portal do Franchising, o presidente da ABF, Altino Cristofoletti Junior, afirma que “para manter seu crescimento, o franchising brasileiro intensificou sua busca por eficiência e novas soluções, o que se traduziu na procura por novos formatos, perfis de público e mercados”. A KNN Idiomas encerrará o ano com o maior índice de crescimento de sua história: a empresa superou a meta de 250 unidades já no início de novembro, crescendo 380% somente em dois anos. Agora, a KNN projeta ter 400 unidades em operação até o fim de 2019 e quer ser a maior rede de idiomas do país dentro de cinco anos. Investir em uma franquia KNN é uma opção segura para quem deseja ser dono do próprio negócio. Existem modelos que vão desde conversões de escolas de idiomas independentes até onde o franqueado abre sua unidade do zero. A rede oferece suporte em todos os aspectos necessários para a composição de uma escola: administrativo, marketing, comercial e pedagógico, de modo que o franqueado e sua equipe estejam aptos a operar sua unidade com êxito.
A rede de franquias KNN Idiomas, que chegou a dobrar de tamanho em 2017, terminará o ano com um crescimento de 380% de 2016 para cá. A empresa nascida em Balneário Camboriú conta atualmente com 250 unidades em 13 estados brasileiros. O objetivo agora é ser a maior rede do segmento no país, mantendo sua sede em Santa Catarina, fugindo do eixo Rio-São Paulo. Desde quando começou a operar no sistema de franchising, há quatro anos, a rede vem desenvolvendo seu diferenciado modelo de negócio, amplamente aprovado por seus franqueados. Além do completo suporte oferecido nos setores comercial, de marketing, retenção, pedagógico e administrativo, a KNN conta com uma metodologia especialmente desenvolvida para pessoas que têm o português como língua materna, respeitando a maneira como cada indivíduo assimila um novo idioma. KNN é a abreviação da expressão "Knowledge Now" e consiste em uma rede de escolas de idiomas focada no ensino rápido e prático, cujo modelo de negócio foi desenvolvido para ser único, oferecendo ao franqueado oportunidades de crescimento que vão além daquelas encontradas no mercado de idiomas brasileiro. Para o diretor-executivo da KNN Idiomas, Jefferson Matizonkas, a palavra que melhor define um futuro investidor KNN é: arrojado. “O franqueado não deve apenas investir e esperar que as coisas aconteçam, ele deve fazer acontecer. Por conta disso, buscamos investidores que estejam dispostos a avançar, vencer e, principalmente, fazer parte de uma empresa de sucesso”. Jefferson afirma ainda que até o final de 2019, a meta é chegar a 400 franquias KNN e, dentro de poucos anos, ser a maior rede de escolas de idiomas do Brasil”.  
AGENDE AGORA SUA AULA GRATUITA!
BLOG
Uma das maiores experiências que podemos ter é a liberdade que a estrada tem a nos oferecer. O que levamos dessa vida são apenas os momentos que a gente viveu, não é mesmo? Imagine então viver o mundo, não se limitar apenas à cultura, língua, sotaques e costumes do seu país ou região. Nosso planeta é incrível e cada pedacinho dele espera para te conhecer. Jogar conversa fora em um pub em Londres, jantar à luz de velas em Viena ou até mesmo participar de um luau nas areias da Nova Zelândia. Acredite, existem pessoas que largariam tudo para colocar uma mochila nas costas e viver momentos assim, e talvez você seja uma delas também, ou deve estar percebendo isso agora.   Mas saiba que, mesmo quando o principal obstáculo é a grana curta, muitas são as alternativas para que a distância entre esse sonho e a realização fique cada vez mais curta. O post de hoje vai falar sobre uma destas alternativas.   Você sabia que é possível trocar suas habilidades por hospedagem gratuita, alimentação e outros benefícios em dezenas de países? Pois é, existe uma plataforma que conecta milhões de anfitriões e viajantes ao redor do mundo, permitindo que o viajante possa economizar na viagem e ter uma imersão na cultura local.   A Worldpackers (www.worldpackers.com) é uma comunidade internacional que pode te proporcionar experiências incríveis. São centenas de hostels, pousadas, ONGs, comunidades e projetos ecológicos dispostos a oferecer acomodação e alimentação em troca de algumas poucas horas de trabalho por semana.   E como funciona a plataforma? Bom, para tornar-se um Worldpacker, você precisa ter entre 18 e 35 anos, estar disposto a realizar o trabalho descrito e ter um bom nível do idioma solicitado na descrição da vaga, que na maior parte dos casos é o inglês. Os trabalhos disponíveis têm descrições variadas, indo desde vagas para auxiliar na arrumação e administração do hostel, até funções de designer gráfico ou músico.     Mesmo não sendo ainda uma prática muito conhecida no Brasil, este tipo de parceria entre viajante e anfitrião já é muito comum em muitas partes do mundo. A cada dia mais e mais pessoas se jogam de cabeça nessa aventura e, em muitos casos, passam meses viajando, vivendo algumas semanas em cada local, sem pagar absolutamente nada para se hospedar.   Mas a economia está longe de ser o único benefício aqui. Viver em um hostel fará com que todos os dias você esteja em contato com viajantes vindos dos quatro cantos da Terra. Você pode tomar café da manhã com alemães, sair para um passeio à tarde com alguns hermanos argentinos e à noite sair para uma baladinha com uma galera recém-chegada da Inglaterra. São estas as experiências das quais você vai se lembrar para o resto da vida. E aí, o que achou? Bora fazer as malas e sair pra viver o que o mundo tem para oferecer?
O inglês permanece tão importante como sempre foi. De fato, o idioma é o de maior relevância quando o assunto é globalização, tecnologia e qualquer outro tipo de relação internacional. Para as empresas, o inglês é peça fundamental na inovação e compartilhamento de ideias, que fazem total diferença dentro do mercado de trabalho.   À medida que estas relações ficam cada vez mais necessárias para o sucesso de um negócio, o valor da proficiência no inglês cresce juntamente com a competitividade. Atualmente, menos de um quarto dos falantes à nível mundial são nativos, e este número diminui ao passo que cada vez mais pessoas aprendem o inglês como idioma adicional.   O Brasil, que manteve durante anos uma colocação acima dos 40 países com maior domínio do inglês, ocupa atualmente a 53ª posição no ranking mundial, considerado baixo. O índice é medido todos os anos pela EF English Proficiency Index, promovida pela Education First.   Apesar da crise econômica recente, o Brasil se mantém como uma das maiores economias do mundo. Dentro de uma empresa, a relação entre o inglês e um salário melhor é mais próxima do que você imagina. Uma pesquisa realizada pela Catho, site de classificados de empregos, comprovou que um profissional brasileiro com fluência no inglês pode ter o salário até 61% maior do que alguém sem essa habilidade.   Um profissional que fala inglês vai ainda mais longe: tem oportunidades de ascensão em todo o mundo, pois não se limita a questões culturais, linguísticas e geográficas. Grandes nomes do business, bem como personalidades e altos cargos administrativos têm o inglês como idioma secundário justamente pela facilidade em conhecer, se comunicar e fechar negócios com pessoas ao redor do planeta.   “Mais que nunca, falar Inglês é uma habilidade necessária para ter acesso a mais empregos em mais empresas do que nunca. Onde antigamente as habilidades com o idioma eram um requisito de trabalho para funções específicas em determinados níveis de senioridade, hoje em dia, hierarquias de cadeias de suprimento, suporte técnico, contatos com clientes, documentação e gestão cruzam fronteiras nacionais”, afirma relatório publicado pela EF.   Entende porquê o inglês é essencial e urgente? Coloque o idioma como uma de suas prioridades para 2019, não perca esta valiosa oportunidade de mudar completamente sua vida. Quem tem o inglês sai na frente e tem o poder de alcançar lugares nunca antes imaginados.   Fontes:   Relatório 2018 da EF EPI   https://www.ef.com.br/__/~/media/centralefcom/epi/downloads/full-reports/v8/ef-epi-2018-portuguese.pdf   Matéria exame: Por que ainda não somos fluentes em inglês?   https://exame.abril.com.br/carreira/por-que-ainda-nao-somos-fluentes-em-ingles/
Muitos brasileiros são reconhecidos mundialmente por seus feitos e nós temos certeza que todos eles têm algo em comum: todos falam inglês. É inevitável que uma segunda língua, principalmente o inglês, seja um diferencial para quem almeja trilhar o caminho para o sucesso.   Miguel Nicolelis O primeiro nome da nossa lista é o médico Miguel Nicolelis, que já foi considerado pela revista “Scientific American” como um dos 20 cientistas mais influentes do mundo. Os estudos deste brasileiro são considerados referência mundial e ele também foi o primeiro brasileiro a ter um artigo publicado na renomada revista “Science”. O seu trabalho com as próteses neurais está na lista do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) de tecnologias que podem mudar o mundo.   Marcello Serpa Diretor de criação, Marcello Serpa já trouxe para o Brasil mais de 160 leões de Cannes, o festival publicitário mais importante do mundo. Extremamente visado em todo o mundo, principalmente no mercado publicitário, Marcello foi diretor das principais agências de marketing e publicidade do Brasil e já fez campanhas para grandes empresas como Guaraná Antártica, Havaianas, Pepsi, Bradesco e por aí vai.   Gisele Bündchen Gisele já foi por anos uma das modelos mais bem pagas do mundo. A modelo tem mais de 500 capas de revista do mundo inteiro em seu currículo e já desfilou para grandes grifes como Victoria’s Secret, Yves Saint Laurent, Dolce & Gabbana, Christian Dior, Versace, Louis Vuitton e Valentino. Gisele também é uma super empresária e ativista social e explora seu nome como marca em vários outros negócios, próprios ou de grandes empresas.   Rodrigo Galvão Rodrigo Galvão hoje é CEO da Oracle no Brasil. Com 35 anos de idade o jovem presidente começou na Oracle aos 19 anos como estagiário. Atualmente, Rodrigo comanda cerca de mil funcionários com uma gestão inovadora e humanizada. Sabe o que todos estes talentos têm em comum? Todos eles aprenderam a falar inglês!
MAIS
FOLLOW US :)
@knnidiomasbrasil Live the road. Love the Journey
CLIQUE AQUI