PESQUISAR

Couch Surfing: viaje o mundo sem pagar hospedagem!

Fundada em 2004, a plataforma tem como objetivo unir viajantes dos quatro cantos do mundo e compartilhar experiências autênticas de viagem.

Quem não sonha em conhecer os cinco continentes dormindo apenas na casa de amigos espalhados pelo globo, sem gastar um tostão com hotéis, pousadas ou hostels? Saiba que este sonho pode se tornar realidade e tem nome: Couch Surfing (algo como “Surfando no Sofá”, em tradução livre).

O projeto de hospitalidade nasceu em San Francisco, Califórnia, e se propagou pelo mundo inteiro. A ideia é simples: basta criar um perfil no site, como se fosse uma rede social qualquer, e fazer amigos pelo mundo. Quando for viajar, é só avisar alguém que more na cidade aonde você está indo e, pronto, você tem um lugar de graça para passar as suas férias! O nome dá a impressão de que você dormirá no sofá da sala (o que pode acontecer), mas muitos anfitriões oferecem quartos individuais dignos de um ótimo hotel!

Muito além do sofá

O conceito no Couch Surfing, no entanto, vai muito além da economia de hospedagem. Fundada em 2004, a plataforma tem como objetivo unir viajantes dos quatro cantos do mundo e compartilhar experiências autênticas de viagem.  Segundo dados do próprio serviço, o Couch Surfing apoia todos os anos 400 mil anfitriões e 4 milhões de turistas.

Ao montar o seu perfil no site, você pode escolher se você quer apenas viajar, apenas receber, ambos ou somente conhecer novas pessoas. A última opção faz mais sentido ao constatarmos que mais de 100 mil eventos de couch surfers são realizados anualmente pelo mundo. Esta, aliás, é uma excelente maneira de outros viajantes e fazer amizades - grande parte das pessoas que entram no site começam sua jornada comparecendo e encontros e festas desse tipo.

Experiências enriquecedoras

Uma rápida passada pelo site oficial nos dá uma melhor noção de como ele é capaz de conectar diferentes pessoas com a paixão de viajar em comum. “O Couchsurfing me deu a oportunidade de viver experiências muito valiosas e belas. Ele encheu minha jornada com histórias, pessoas e amigos. Ele deu vida aos lugares que visitei e sei que, em qualquer lugar do mundo onde eu visitei, eu tenho um bom amigo esperando por mim!”, relata Andrea, uma couch surfer que viajou pela América do Sul.

O diferencial do Couch Surfing está aí: é uma rede de conexões e amizades pelo mundo, em que a hospedagem de graça é apenas um dos aspectos - diferentemente de outros site, como o Airbnb, por exemplo, em que a questão financeira fala mais alto. E, se você não está planejando sair de férias em breve, não tem problema, pois você pode fazer parte da comunidade CS como anfitrião.

Conhecendo o mundo sem sair de casa

O casal Lieke e Peter, também em relato ao site oficial do Couch Surfing, contam que queriam mostrar aos filhos que pessoas de todo o mundo são boas, não importa a cultura, a cor da pele ou a língua. “Não tínhamos dinheiro para viajar pelo mundo com nossos quatro filhos e decidimos deixar o mundo vir até nós. Abrimos nossa casa, nossos corações e nossas vidas para estranhos. Muitos deles se tornaram amigos para a vida”, lembram.

Se você também quiser embarcar nessa aventura, é só entrar no site, fazer seu perfil e começar a viajar - ou receber viajantes. Caso você tenha dúvidas em relação à segurança, por ficar tranquilo, pois tanto os viajantes quanto os anfitriões possuem informações detalhadas na página, assim como recomendações de outros couch surfers e relatos de quem já visitou, recebeu ou se hospedou na sua casa. Uma última dica: preste atenção aos idiomas que o seu hóspede ou anfitrião fala para ter certeza de que vocês poderão se comunicar sem problemas. E boa viagem!  

TAGS RECENTES

empregos
internacional
hospedagem
idioma
linguagem
Inglaterra
significados
história
gramática
vocabulário
direitos
espanhol
might
língua
EUA
Home
Cultura
Séries
Cinema
Música
Quick Tip
NOSSO BLOG
Couch Surfing: viaje o mundo sem pagar hospedagem!

Fundada em 2004, a plataforma tem como objetivo unir viajantes dos quatro cantos do mundo e compartilhar experiências autênticas de viagem.

Quem não sonha em conhecer os cinco continentes dormindo apenas na casa de amigos espalhados pelo globo, sem gastar um tostão com hotéis, pousadas ou hostels? Saiba que este sonho pode se tornar realidade e tem nome: Couch Surfing (algo como “Surfando no Sofá”, em tradução livre).

O projeto de hospitalidade nasceu em San Francisco, Califórnia, e se propagou pelo mundo inteiro. A ideia é simples: basta criar um perfil no site, como se fosse uma rede social qualquer, e fazer amigos pelo mundo. Quando for viajar, é só avisar alguém que more na cidade aonde você está indo e, pronto, você tem um lugar de graça para passar as suas férias! O nome dá a impressão de que você dormirá no sofá da sala (o que pode acontecer), mas muitos anfitriões oferecem quartos individuais dignos de um ótimo hotel!

Muito além do sofá

O conceito no Couch Surfing, no entanto, vai muito além da economia de hospedagem. Fundada em 2004, a plataforma tem como objetivo unir viajantes dos quatro cantos do mundo e compartilhar experiências autênticas de viagem.  Segundo dados do próprio serviço, o Couch Surfing apoia todos os anos 400 mil anfitriões e 4 milhões de turistas.

Ao montar o seu perfil no site, você pode escolher se você quer apenas viajar, apenas receber, ambos ou somente conhecer novas pessoas. A última opção faz mais sentido ao constatarmos que mais de 100 mil eventos de couch surfers são realizados anualmente pelo mundo. Esta, aliás, é uma excelente maneira de outros viajantes e fazer amizades - grande parte das pessoas que entram no site começam sua jornada comparecendo e encontros e festas desse tipo.

Experiências enriquecedoras

Uma rápida passada pelo site oficial nos dá uma melhor noção de como ele é capaz de conectar diferentes pessoas com a paixão de viajar em comum. “O Couchsurfing me deu a oportunidade de viver experiências muito valiosas e belas. Ele encheu minha jornada com histórias, pessoas e amigos. Ele deu vida aos lugares que visitei e sei que, em qualquer lugar do mundo onde eu visitei, eu tenho um bom amigo esperando por mim!”, relata Andrea, uma couch surfer que viajou pela América do Sul.

O diferencial do Couch Surfing está aí: é uma rede de conexões e amizades pelo mundo, em que a hospedagem de graça é apenas um dos aspectos - diferentemente de outros site, como o Airbnb, por exemplo, em que a questão financeira fala mais alto. E, se você não está planejando sair de férias em breve, não tem problema, pois você pode fazer parte da comunidade CS como anfitrião.

Conhecendo o mundo sem sair de casa

O casal Lieke e Peter, também em relato ao site oficial do Couch Surfing, contam que queriam mostrar aos filhos que pessoas de todo o mundo são boas, não importa a cultura, a cor da pele ou a língua. “Não tínhamos dinheiro para viajar pelo mundo com nossos quatro filhos e decidimos deixar o mundo vir até nós. Abrimos nossa casa, nossos corações e nossas vidas para estranhos. Muitos deles se tornaram amigos para a vida”, lembram.

Se você também quiser embarcar nessa aventura, é só entrar no site, fazer seu perfil e começar a viajar - ou receber viajantes. Caso você tenha dúvidas em relação à segurança, por ficar tranquilo, pois tanto os viajantes quanto os anfitriões possuem informações detalhadas na página, assim como recomendações de outros couch surfers e relatos de quem já visitou, recebeu ou se hospedou na sua casa. Uma última dica: preste atenção aos idiomas que o seu hóspede ou anfitrião fala para ter certeza de que vocês poderão se comunicar sem problemas. E boa viagem!  

VOLTAR PARA HOME